Realidade Aumentada, mais qualidade na interatividade.

O avanço da multimídia e da realidade virtual, proporcionado pela maior potência dos computadores, permitiu a integração, em tempo real, de vídeo e ambientes virtuais interativos. Ao mesmo tempo, o aumento da largura de banda das redes de computadores também vem influenciando positivamente na evolução da multimídia, permitindo a transferência de imagens e outros fluxos de informação com eficiência. (Claudio Kirner e Romero Tori).

Para muitos daqueles interessados em Realidade Aumentada, uma das suas mais importantes características é a maneira com a qual faz possível a transformação do foco de interação. O sistema de interação já não é uma localização precisa, mas sim o ambiente como um todo; interação não mais é uma simples troca “face-monitor”, agora se dissolve no espaço e objetos em volta. Utilizar um sistema de informação não é mais exclusivamente um ato consciente e intencional.

Realidade Aumentada (RA) é a integração de informações virtuais a visualizações do mundo real (como, por exemplo, através de uma câmera). Atualmente, a maior parte das pesquisas em RA está ligada ao uso de vídeos transmitidos ao vivo, que são digitalmente processados e “ampliados” pela adição de gráficos criados pelo computador. Pesquisas avançadas incluem uso de rastreamento de dados em movimento, reconhecimento de marcadores confiáveis utilizando mecanismos de visão, e a construção de ambientes controlados contendo qualquer número de sensores e atuadores.

“A tecnologia da Realidade Aumentada surgiu prometendo derrubar algumas barreiras da interação na comunicação promocional e publicitária.”

Entre as várias possibilidades para a aplicação da RA, encontra-se a publicidade e propaganda. Alguns autores dizem que  “o sem-número de possibilidades que a internet proporciona para formatos e estilos de publicidade oferecem uma mudança imediata da postura passiva do consumidor para uma postura, no mínimo, ativa, caminho para alcançar a interatividade, que está presente de forma mais delineada apenas em algumas ações”.

Para o encanto de todos, uma talk de Marco Tempest (TEDTalk) para ilustrar o uso de realidade aumentada para entretenimento. Além da interação, preste atenção no conteúdo desta palestra. São 5min36s de mágica tecnológica. Enjoy it!

Hipertexto, Multimídia, Hipermídia : um começo.

O texto a seguir você encontra na íntegra neste endereço: http://tecmidia.wikidot.com/hipermidia-surgimento-e-evolucao A Hipermídia é um termo criado pelo sociólogo, filósofo e pioneiro de sistemas de informação estadunidense Ted Nelson em 1960. Utilizada como uma extensão do termo hiperlink, a hipermídia promoveu a fusão dos vários tipos … Continue lendo

Comunicação multimídia: uma discussão.

Os aficionados por novas tecnologias ficam atentos às conferências e demais eventos que apresentam ao grande público os novos dispositivos capazes de fazer coisas nunca antes vistas, apenas imaginadas, ou ainda nunca antes imaginadas pelo indivíduo comum.

Considerando que cada uma dessas novas tecnologias terá sua parcela de contribuição em um novo paradigma, em muitas áreas de conhecimento humano, a influência nas práticas profissionais surgem, criando novas funções para algumas dessas áreas.

Caracterizados por um alto nível de interação, os novos meios e formatos de comunicação e de publicidade, trazem também novos conceitos de atuação dos profissionais envolvidos nessas áreas: computador, celular (smartphone), TVDi e Rádio Digital.

Dentre os novos conceitos, pode-se falar sobre a função do publicitário e os objetivos de seus trabalhos. Nas palavras de Adler e Firestone, citados por Sprandel, “se a influência da publicidade sobre o consumo é questionável, então o que é que ela faz? A publicidade é um fator importante e muitas vezes crítico na construção e manutenção do valor de uma marca” (SPRANDEL, 2009).

As pesquisas geradas pela Computação e Informática, pelas Engenharias, pela Comunicação Social etc. têm influência direta nas ideias que surgem para alcançar esse público que deseja, sobretudo, algo que seja de confiança para sua vida e seu bem-estar.

No vídeo abaixo, a apresentação de um projeto da IBM, o “Think”, um aplicativo para iOS que disponibiliza, aos seus usuários, acesso às tecnologias desde os primórdios, passando, é claro, pelas criações da empresa, campeã em patentes nos Estados Unidos tendo registrado mais de cinco mil patentes em um ano.

O vídeo pode ser visto por diferentes pontos de vista, encontre o seu ao assisti-lo (o áudio está em inglês, mas pode escolher as legendas no seu idioma).

Neste outro vídeo, a experiência do app, em outra dimensão de experiência.

TED Talk – Mike Matas: A próxima geração dos livros digitais.

Com os novos dispositivos móveis, que permitem uma nova forma de leitura, acrescentando novas mídias aos já tradicionais meios de disseminação de informação e conhecimento, algumas possibilidades se apresentam a criação de conteúdos para esses dispositivos e os demais.

O criador de software Mike Matas demonstra o primeiro livro interativo para o iPad – com inteligência, vídeos e gráficos folheáveis e alguns dados de visualização muito legais para se usar. O livro é “Nossa Escolha”, a sequência de “Uma Verdade Inconveniente” do Al Gore.

Pinterest, o caso UNIQLO Dry Mesh Project

Como despertar usuários do Pinterest no momento em que eles estão subindo e descendo as páginas para ver as fotografias?

A UNIQLO criou uma animação.

Veja nesse vídeo o trabalho pronto e como ele foi feito, a partir de muita criatividade.

SMH, a disciplina.

Saudações! Este blog é uma proposta de divulgação dos conteúdos e trabalhos realizados em Sistemas Multimídia e Hipermídia. Os videos, alguns textos, os e-books e demais materiais digitais que utilizaremos, estarão referenciados aqui para que possam fazer desse espaço uma … Continue lendo